Follow by Email

segunda-feira, 4 de março de 2013

DIÁRIO - CARRO - MARÍLIA - SP

85,7% dos consórcios são do setor automotivo
Veículos consorciados tiveram alta de 12,4% em 2012, aponta Abac.


O setor automotivo, segmento que detém maior participação do sistema de consórcios do País, 85,7%, encerrou 2012 com 4,44 milhões de consorciados de veículos automotores, 12,4% a mais do que registrado em 2011, informou a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac) em coletiva à imprensa na quarta-feira, 20. Desse total, 54% foram aquisições de motos, 41,5% de veículos leves (automóveis, utilitários e comerciais leves) e 4,5% de pesados (caminhões, ônibus, tratores, implementos rodovia´rios e agrícolas), incluindo novos.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Ano Promissor

Consórcio termina 2012 com ótimos números e tem terreno fértil para crescer ainda mais, diz a Abac.


Se em 2012 o Brasil não cresceu o quanto esperava, o consórcio fez bonito e fechou o ano com um crescimento acima do estipulado. No entrando, tanto o Brasil quanto o sistema de consórcio convergem em um sentido: esperam por um 2013 ainda melhor. 

COMO FOI O ANO DE 2012 PARA O CONSÓRCIO?
No início do ano, fomos conservadores e projetamos um crescimento entre 7% e 9%. Ainda sem os dados definitivos de 2012 (a última pesquisa da Abac é referente ao período janeiro/setembro), acreditamos que alguns indicadores poderão atingir e até superar as projeções iniciais, como o número de participantes ativos, que deve crescer por volta de 9,7% em relação ao ano anterior, e o número de contemplações acumuladas, que deve ter um resultado positivo superior a 11%, segundo dados da assessoria econômica da Abac. Podemos concluir que o consumidor está cada vez mais consciente da importância aos aspectos relacionados à educação financeira para adquirir bens móveis, imóveis e até serviço visando à formação ou à ampliação patrimonial de forma mais econômica.

ACREDITA QUE A CAMPANHA "CONSÓRCIO, A SUA MELHOR POUPANÇA" TEVE UM RESULTADO POSITIVO?
A resposta à campanha não foi imediata. No entanto, ao longo dos meses seguintes, observou-se crescimento do total de participantes, superando a marca dos cinco milhões de consorciados ativos, e observamos uma repercussão positiva em todo o País. Outro aspecto importante foi a consolidação da credibilidade do sistema de consórcios junto às diversas classes sociais em que o mecanismo está ou pode vir a estar presente.

O QUE PODEMOS ESPERAR PARA 2013?
As expectativas são muito boas. Ao reafirmar sua presença na realização dos sonhos de consumo de milhões de brasileiros, como a casa própria, o carro da família, motocicletas, caminhões, máquinas agrícolas, eletroeletrônicos, viagens, festas e os mais variados serviços, os consórcios demonstram o quanto é possível consumir com responsabilidade, de forma programada e com menor custo. Apesar de permanência da instabilidade econômica internacional, mas depositando bastante confiança no País, acreditamos que, novamente, os consórcios marcarão presença gerando boas perspectivas para todos os envolvidos.

PELO MOVIMENTO DO MERCADO, QUAIS DEVEM SER AS TENDÊNCIAS DO CONSÓRCIO EM 2013?
Com os níveis de emprego e renda em alta, acreditamos que o consórcio estará cada vez mais presente na vida do consumidor como alternativa viável para a realização de sonhos de consumo e de construção de patrimônio de forma econômica e planejada.

"PODEMOS CONCLUIR QUE O CONSUMIDOR ESTÁ CADA VEZ MAIS CONSCIENTE DA IMPORTÂNCIA DOS ASPECTOS RELACIONADOS À EDUCAÇÃO FINANCEIRA"


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

BEM PARANÁ - CURITIBA

Consórcio também é solução para quem deseja reformar ou ampliar casa própria

Diferente do que a maioria dos consumidores pensa, o consórcio não possibilita apenas a compra de um imóvel, mas também a reforma ou a ampliação dele. Cada vez mais o consórcio tem sido a opção feita pelos brasileiros na hora de adquirir um imóvel. Porém, o que muita gente não sabe é que o consórcio pode ser utilizado para ampliar ou reformar apartamentos, casas e outros empreendimentos. A carta de crédito imobiliário também oferece essa possibilidade. É uma ótima alternativa para quem está querendo ampliar o imóvel, mas não consegue realizar este sonho por não ter todo o dinheiro disponível ou por não querer descapitalizar. Através do consórcio, é possível pagar prestações compatíveis com o orçamento, sem a cobrança de juros, apenas de uma taxa de administração que é diluída ao longo de todo prazo de pagamento da cota.

O saldo do FGTS pode ser utilizado para amortização, liquidação de saldo devedor e pagamento de parte das prestações adquiridas em sistemas imobiliários de consórcio. Para fazer o uso do Fundo, o consorciado deve procurar a administradora do consórcio, a qual irá verificar se a cota está contemplada. Dentre os critérios para ter direito à utilização do Fundo estão: ter mais de três anos de opção pelo FGTS, não ser titular de contrato do SFH (Sistema Financeiro da Habitação), não ter imóvel no município em que reside ou exerce sua atividade principal e o valor do imóvel tem que ser inferior a R$ 500 mil.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

DIÁRIO DO NORDESTE - NEGÓCIOS

Consórcio imobiliário amplia participação 


De janeiro a novembro do ano passado, a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac) registrou 670,5 mil consorciados, 9,4% a mais do que os 613 mil em igual período de 2011.

Apesar do avanço, o número de consorciados que tiveram a oportunidade de comprar  um imóvel manteve-se estável. Em 2011, foram 66,9 mil, enquanto, em 2012, houve um pequeno salto para 67,2 mil.



terça-feira, 22 de janeiro de 2013

DIÁRIO DO GRANDE ABC - SANTO ANDRÉ

Consórcio movimenta R$ 72 bilhões
Volume supera em 2,7% o total registrado de janeiro a novembro em 2011.


Se por um lado os consórcios em todo o País, de janeiro a novembro, mantiveram as vendas em relação ao mesmo período de 2011, com cerca de 2,28 milhões de novas cotas, por outro, o volume de negócios superou em 2,7% o montante registrado nos primeiros 11 meses de 2011, chegando a R$ 72 bilhões. As contemplações 1,12 milhão, alta de 12,5%.

O total de participantes ativos, em novembro, chegou a 5,13 milhões, expansão de 11% frente ao mesmo mês em 2011, quando havia 4,62 milhões de pessoas. A expectativa de Luiz Fernando Savian, presidente regional da Abac (Associação Brasileira das Administratodas de Consórcios) em São Paulo, é encerrar 2012 em alta de 9% frente a 2011, quando havia 4,65 milhões de consorciados. Para este ano, o objetivo é crescer 12%.

"Com a melhora na renda e a economia estável, as pessoas têm segurança para assumir compromisso de médio e longo prazos", avalia "Sem contar que a taxa de administração, em torno de 2,4% ao ano, equivale aos juros mensais de alguns financiamentos". Como para ser contemplado é preciso ser sorteado ou dar um lance, a modalidade atrai quem não tem pressa para adquirir o bem.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O FLUMINENSE - NITERÓI

Consórcios de veículos crescem em todo o Brasil 



Modalidade, que não possui juros, é indicada para a pessoa que não precisa do bem com urgência. Consórcio continua mais vantajoso na comparação com o financiamento.

Muito antigo, mas ainda não tão popular, o consórcio segue em ritmo de expansão. Entre janeiro e setembro de 2011 e 2012, 1,87 milhão de novas cotas foram vendidas e o número de participantes ativos do Sistema de Consórcios cresceu 10,9%, saltando de 4,57 milhões (setembro de 2011) para 5,07 milhões (setembro de 2012), segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac). De acordo com o especialista em finanças Reinaldo Domingos, o consórcio continua sendo mais vantajoso na comparação com o financiamento, por possibilitar a compra planejada de bens a custos menores.
.
.
.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O TEMPO - ECONOMIA - BELO HORIZONTE

Consórcio de serviços torna sonhos reais
Prestações: Taxa de administração varia de uma empresa para outra e requer pesquisa antes de comprar. (Cirurgias plásticas e festas de formatura são as modalidades mais procuradas).

Vejam a matéria completa em: